domingo, 11 de outubro de 2009

Pesquisa da Abracom revela: agências ainda estudam a melhor forma de usar a comunicação digital

Para entender como está o uso da comunicação digital entre seus membros, a Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom) realizou uma pesquisa com 191 funcionários de 61 diferentes agências de publicidade, relações públicas (RP) e profissionais do setor. Os resultados do estudo revelaram que os comunicadores estão atentos às ferramentas da internet, pois 88% dos entrevistados afirmaram conhecer de ‘moderado a muito’ o conceito de comunicação digital.

No entanto, Ciro Reis, presidente da Abracom, fez ressalvas quanto à atuação das agências na rede. “As empresas em geral ainda estão aprendendo, mas o processo para atender à demanda do mercado digital está sendo rápido. Precisamos desmistificar a questão digital. Existe um impacto no mercado, mas é uma plataforma adicional à comunicação e uma das variáveis para a comunicação corporativa moderna”, explica o diretor.

De acordo com o estudo, os serviços mais oferecidos pelas agências são, sobretudo, o desenvolvimento e a produção de conteúdo para blogs e o monitoramento de redes sociais. A pesquisa ‘Comunicação digital – Conceitos e práticas da comunicação digital nas agências’ mostrou também que há um predomínio de jovens trabalhando nas empresas do setor: 85% têm menos de 40 anos, sendo que 57% estão entre 18 e 30 anos. Segundo Eduardo Vasques, coordenador do Grupo de Estudos de RP Digital da Abracom, há um choque de gerações nas empresas. “O conhecimento da rede está nas mãos dos jovens, e esse é um movimento natural, pois eles arriscam muito mais”, comentou Vasques, que se declarou contra os bloqueios de redes sociais em ambientes corporativos. “Não adianta nada. O melhor caminho é a orientação para o uso com bom senso, que é algo que falta ao mercado brasileiro”.

De acordo com o levantamento, as agências estão permitindo essa prática no ambiente profissional: 89% dos entrevistados dizem que podem acessar redes sociais onde trabalham, e 87% utilizam pelo menos o MSN, comunicador instantâneo.

Fonte: Portal Nós da Comunicação

2 comentários:

Ocappuccino disse...

Foi exatamente isto que André Arnt, diretor da Coletiva EAC, respondeu a uma pergunta minha, sobre branding on line, em palestra que ele ministrava. Ele falou que estva trabalhando com o Sport Club Internacional e que ainda estavam estudando o comportamento de quem navega e consome na internet.

MATEUS

Eduardo Alves disse...

Oi Mateus.

Obrigado, mais uma vez, pela participação.

Esse é o melhor caminho. Entender com quem se quer conversar. Só assim teremos relacionamentos consistentes e duradouros.